quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Evangelho do Sucesso


Confesso que não tenho assistido programas evangélicos na TV. Simplesmente a maioria dos programas, com algumas exceções, não tem muito a apresentar. Não é que eu tenha me tornado criterioso demais; simplesmente os programas não são bons.
No último sábado, enquanto aguardava o restante da família despertar para tomarmos o café juntos, resolvi ligar a TV e assistir algum programa evangélico. Triste decisão. A decepção foi grande e somente veio ratificar minha posição.
No programa, um conhecido tele-evangelista pregava com entusiasmo. Confesso-lhe que para mim foi (e é) muito difícil enquadrar sua exposição como uma pregação. Mais parecia uma brilhante palestra motivacional, e o tema era como chegar ao sucesso. As alusões ao texto bíblico eram escassas, e quanto colocadas, estavam fora do contexto e somente serviam para validar as posições do pregador (ou palestrante?). Deu-me vontade de chorar, acima de tudo porque o público presente vibrava com as frases de efeito proferidas. Pensei também nas milhares de pessoas que como eu estavam ouvindo aquilo (perdão por chamar a exposição de “aquilo”; não tenho outra palavra melhor) e que iriam absorver tais ensinamentos. Pensei comigo: se o apóstolo Paulo ouvisse aquela exposição, o que ele diria? Penso que o recado de Paulo seria aquele dado a igreja da Galácia, conforme registrado em Gálatas 1.8.
Para provocar mais indignação em minha pessoa, o pregador (pregador?) em destaque, para validar seus ensinamentos fez alusão a um anel que usava no valor de U$ 4 mil, e de um carro blindado de sua propriedade. Confesso que novamente fiquei com nó na garganta e meu peito apertou. A que ponto o evangelho chegou aqui no Brasil. Como compactuar com tal posição? Como chamar isto de evangelho? Como enquadrar isto numa pregação?
Enquanto milhares e milhares de pessoas nesta nação, inclusive muitos irmãos de fé, estão vivendo à míngua, reflexo de uma desigualdade social vergonhosa, um pastor usa a TV para se gabar de um anel de R$ 8 mil e de um carro blindado! Confesso que não tenho mais suportado a exposição deste evangelho medíocre, que pode ser tudo, menos o evangelho da Graça do Senhor. E, o pior: a meu ver, cada dia, mais e mais pessoas são atraídas para este evangelho espúrio. Evangelho do sucesso, evangelho do status, evangelho da prosperidade...
É preciso dar um basta nisso. É necessário que os profetas desta Nação abram sua boa e denunciem tais erros. É preciso ensinar ao povo de Deus que isto é uma grande falácia, que Deus não está neste negócio. Que o Senhor nos ajude nesta empreitada!

Soli scriptura!

Um comentário:

  1. uhuuu pastor....é verdade...devemos denunciar(estratégia material) e tb clamar (estratégia espiritual) ao nosso senhor que abra os olhos daqueles q ouvem tais coisas inocentemente e são enganados... pois o deus que é capaz de nos atrair e tirar da lama do pecado e nos salvar tb os tirará da cegueira do engano...parabens pastor excelente ferramenta para propagar seus pensamentos ... deus o abençoe...

    ResponderExcluir